Thursday, February 23, 2006

Chefes - animais, vegetais ou minerais?!

Fantástico mundo dos chefes. Um dia te dá bom dia, no outro não. Um dia puxam assunto, no outro, recusam papinhos fúteis dentro do expediente. Quando voltam das férias viram seres cheios de amor no coração. Antes das férias, o coração está cheio de outros sentimentos não tão bons assim. Na entrevista fazem perguntas que envolvem até a vida do seu bisavó esquizofrênico. Com o convívio, as perguntas limitam-se apenas à última geração da sua família.

Chefes adoram relatórios, status, feedback´s. Eles sempre colocam ponto final após uma frase composta por verbos no imperativo. São apreciadores de bullets, datas e deadlines. Desculpe os termos em inglês, é que assim fica mais com aquele ar de boss. Coisa de chefe.


Eles são legais sim. Num fundo eu sei que são. Chefes também riem e choram, vão ao banheiro e pasmem...são seres amorosos. Eles demonstram de vez em quando. Costumam demonstrar em momentos de tensão, principalmente quando escutam algo do tipo: "Uhmmm então sabe...e tal, é que, uhmmm...eu não vou mais trabalhar aqui". É nessas horas que você descobre o quanto você é querido, o quanto é importante e o quanto você faz diferança na vida do seu chefe. Ah, quem não gosta de receber elogio de chefe? Elogio de chefe tem um charme a mais. É sério, eles são do bem, afinal, se não fosse por ele, você não estaria lá...hãhã...Sim, eles possuem sentimentos! Sim, eles são seres humanos!

Defeitos e qualidades...A gente só entende quando vira um deles.

Uma coisa é certa: quando eu crescer quero ser chefe!



Saturday, February 18, 2006

Chuva de sapos.

"O passado já era para nós, mas não nós para o passado."
Frase retirada do filme Magnólia
Existe coincidência? A vida é uma junção de fatos totalmente interligados? Por que esperamos a morte para pedirmos perdão e nos arrependermos? Por que as pessoas tornam-se vulneráveis a tomar certas atitudes? Por que não prestamos atenção ao nosso passado? Por que queremos tampar o nosso lado obscuro ao invés de enfrentá-lo? Por que não conseguimos enxergar os sinais que o destino manda?
A vida é uma coisa estranha. Fatos bizarros, coisas malucas, atos impensados, gente que aparece, gente que some, pessoas que nos amam e pessoas que nos odeiam, busca por sonhos e por paz, doenças do nada. Enfim, coisas inexplicáveis, ou melhor, totalmente explicáveis - a gente é que não entende de nada. Isso mesmo. Deus nos fala todos os dias. Ele mostra as coisas, liga as situações. O que nos parece acaso, na verdade é providência divina. Porém, que cegueira é essa que nos impede de olhar? Seres humanos tão complexos e tão ignorantes ao mesmo tempo.
Toda essa vida vai passando sem a gente notar, e lá vem mais uma vez uma situação parecida com aquela já vivida no passado. "Por que de novo está acontecendo isso comigo?!" Bom, provavelmente porque você ainda não aprendeu a lidar com essa situação. "Prepare uma lista do que você precisa, antes que a morte venha te buscar, porque isso não vai parar, isso não vai parar, isso não vai parar, até você se tocar", trecho da música de Amee Amain tocada no filme "Magnólia". Então...se toque!
Cuidado com o que você faz. Algumas atitudes podem trazer grandes futuros pesos na consciência. Tenha auto-controle, ás vezes é bem difícil, mas é preciso. E se você errar, simplesmente confesse. Deixe esse erro no passado e ligue-se a ele apenas para aprender a não fazer mais. Culpe-se apenas uma vez, porque isso é sinal de arrependimento e vontade de pedir perdão. Aliás, peça perdão. Como eu disse, culpe-se apenas uma vez, culpar-se a vida inteira não é saudável. Como em "Magnólia", os dois homens no leito de morte atormentavam-se com seus arrependimentos, o câncer, que os atacou, deve ter sido o acúmulo de tudo isso. Não pertube a sua alma, preencha seu espaço vazio com Deus. Não machuque a você mesmo.
Que a nossa vida seja alagada com chuvas de sapo. Para quem não assistiu ao filme, a chuva era uma metáfora de que coisas boas estariam por vir, apesar das coisas ruins. A chuva liga-se ao sentido do versículo de Exôdo (8:2). Mesmo quando tudo parece estar no fim, a fé deve ser a nossa força. Essa fé nos amadurece e aí sim, recebemos as coisas boas, pois estamos prontos. Nada é por acaso.
Portanto, viva tranquilamente. Pense antes de agir. Seja sincero. Aproveite a vida, sem interpretar esse "aproveite a vida" como :" Faça o que der na telha". Não faça o que der na telha. Preste atenção nos momentos, ligue os sinais. As coisas boas sempre estarão aí, depois da chuva. É só observar.
É difícil, mas quem sabe um dia a gente ainda aprende a viver...

Saturday, February 11, 2006

Me.................i................o

A vida nem sempre é inteira. Nossos sentimentos ás vezes são meios, mais ou menos, incompletos. A emoção é pela metade: Choramos, rimos, agradecemos, mas tudo pela metade. O viver não é quente nem frio, é morno. Fases "meio" todo mundo passa.
Gostamos mais ou menos dos nossos amigos. Estamos "meio" afim de alguém e curtimos só 50% do nosso trabalho. As pessoas querem ficar metade do tempo delas com a gente e passamos 12hs por dia com aqueles que a gente ama. Vida média. Coisa chata.
Viver o inteiro é muito mais legal. Emoção completa! Tudo! Momentos intensos, cheios de detalhes completinhos! Empolgação integral! Vida com movimento! Gostar do todo e de todos!
Só vivemos o inteiro se antes tivermos vivido a fase do "meio". É nessa fase que o incomodo aparece. O cansaço e a desmotivação são sinais. Algo precisa ser feito, pois ninguém quer ter vida só na imaginação sendo um morto na realidade. Aí você começa a busca pela mudança.
A vontade deve ser pelo completo. Chega de viver meio isso, meio aquilo, chega do mais ou menos...Somos seres completos e complexos, que nunca termine a nossa busca pelo INTEIRO!

Cara de...

Dissertação sobre caras de bunda.

É muito fácil identificar um ser cara de bunda. Bom, para quem não conhece, segue a definição. Cara de bunda: Ato ou efeito de ser um nada, e apesar de um ser um nada, possuir o incrível dom de incomodar os que estão ao seu redor. Infeliz que desconhece as causas da sua infelicidade. Sem graça. Loser.
Já se deparou com um tipo desses? É o tipo de pessoa que quando te olha, você instantaneamente associa a face deste ser com as " partes posteriores carnudas e globosas que formam a parte superior e posterior das coxas"...Enfim, a bunda.
No trabalho existem vários caras de bunda. Você entra e fala "Bom dia!" e o cara de bunda não responde, ele não responde por que ele não tem bons dias desde a sua infância.
Na faculdade, o cara de bunda é aquele que nunca tem opinião. Nunca faça trabalhos com caras de bunda.
Na balada, o cara de bunda te empurra, ele odeia ver que você está se divertindo.
Caras de bunda estão em todos os lugares com sentimentos ruins em seus corações, tentando incansavelmente te tirar do sério. Eles se espallham rapidamente e infiltram-se na nossa sociedade. Cuidado. Você pode ser uma vítima de um cara de bunda, preste atenção nos sinais. Se ele te olhar e você conseguir associar, afaste-se imediatamente deste ser.